NOTÍCIAS


Voltar

3 passos para se tornar uma pessoa disciplinada

Um fator extremamente importante na preparação para concursos públicos, e que pode ser considerado um grande diferencial em candidatos que foram aprovados e nomeados, é a disciplina.Se você não é uma pessoa com disciplina este é o momentode se aprofundar no tema da sua prova e adquirir essa competência. Calma que ainda dá tempo e o Logos concursos vai te ajudar.

Afinal, como é uma pessoa disciplinada?

Uma pessoa disciplinada é aquela que possui uma meta muito bem definida, assim como uma estratégia/planejamento para conquistá-la. Além disso não mede esforços para executar todas as atividades que constam no planejamento, pois tem consciência de que são imprescindíveis para o sucesso.

Ao contrário do que parece, a disciplina é uma competência extremamente complexa, que não é adquirida do dia para a noite. Quem não a possui, precisa alterar comportamentos, hábitos, rotinas e superar eventuais crenças limitantes, pois, caso contrário, os efeitos positivos duram pouco tempo e o candidato retorna com características antigas.

Três comportamentos são essenciais para a transformação e disciplina do candidato:

1 – Tenha uma meta:

Muitas pessoas só percebem que precisam definir uma meta específica e concentrar todas as energias para alcançá-la depois de várias e dolorosas reprovações. Antes que isso aconteça, tenha disciplina de estabelecer um cronograma e siga ele até o fim. É preciso resistir às tentações (editais de outras áreas) que surgiram durante o caminho para que você consiga focar.

2 – Crie uma agenda

Trata-se de uma agenda comum, na qual são anotadas todas as atividades que você precisa executar durante a semana. A dica é fazer estas anotações no domingo, sempre reservando alguns horários para os imprevistos, que inevitavelmente ocorrem.

Com as tarefas em mãos, executa primeiramente as que mais tiram a concentração. Isso evitava pensamentos soltos, que atrapalhavam – e muito – a assimilação do conteúdo estudado. A introdução da agenda guia é mais que necessária para você saber exatamente o que tem que fazer e como fazer. Essa certeza vai te tranquilizar pois saberá que o tempo para solucionar as pendências já estava reservado.

3 – Mantenha o hábito

Entre as mudanças comportamentais que deverão ser implementadas na vida de um concurseiro, uma das mais eficazes é a execução de atividades rotineiras em horários fixos. Essa prática gera a sensação de estar em dia com as suas obrigações. Crie seu hábito e assim será bem mais fácil executar as tarefas. Com isso o estudo vai fluir bem melhor, de forma autônoma e com poucas interrupções.

Se você tiver paciência e perseverança, em algumas semanas sentirá as transformações e efeitos positivos, a exemplo do aumento da concentração e mais disciplina para todas as áreas da sua vida. Siga as dicas e bons estudos.

outras notícias
Depoimentos
  • Sarah de Mattos Oliveira, Arquiteta, 24 anos, aluna do Curso Logos há 1 ano e 2 meses. Metódica e organizada, é assim que Sarah se julga. Qualidades que contribuíram para passar no concurso de Auditor Fiscal do Trabalho. Atribui seu sucesso às 10 horas de estudo fora o tempo que estava no curso. Freqüentadora assídua dos sites que fornecem provas de concursos anteriores, Sarah acredita que conhecer a Banca é importante e que traz segurança na hora da prova. ¨O mais interessante é que, mesmo sendo formada em Arquitetura, me identifiquei com todas as disciplinas deste concurso e isso me ajudou, pois gostava de estudar. Sempre tive esperança que ia passar”.

  • João Paulo Santos Leonel, 27 anos, 1º Lugar de Minas no TRE-MG. Formado em Filosofia, trabalhava como GARÇOM de quinta a domingo em um bar e aos domingos servia almoço em um restaurante. Começou tendo que conciliar o trabalho com os estudos. Um tempo depois, quando percebeu que havia formado uma boa base, pediu demissão e ficou só estudando. Com isso, conseguiu passar no concurso do TRE/MG. Sempre estudou no Logos, onde seu irmão, Geraldo Edson Leonel Jr, também foi aluno e passou em 1º lugar no concurso do STM, que só tinha uma vaga. O maior incentivo para quem acha que passar em concurso não é possível e que não existem regras, nem “ditados”, afinal, João Paulo não cursou Direito, nem Economia, ou qualquer outro curso que o preparasse melhor para concursos! Além do mais, formar em Filosofia e trabalhar à noite pesariam, com certeza, na cabeça de qualquer pessoa que não tivesse a CORAGEM que ele teve de ACREDITAR que É POSSÍVEL SIM, PASSAR EM UM CONCURSO.

  • Ana Clara Zimmermmann Fonseca, 21 anos, 7º lugar na Polícia Rodoviária Federal. Estava cursando Administração na UFJF. Iniciou seus estudos no Logos e passou no 1º concurso que fez. Encontrou apoio na família, tanto emocional como financeiro, o que ela acredita ter sido de extrema importância para sua vitória. Nunca deixou de fazer exercícios físicos, pois sempre achou que ficava mais animada, feliz e sem stress. Jamais desanimou, às vezes chegou a pensar na dificuldade que é passar em um concurso tão concorrido, com matérias que ela inclusive nunca havia visto, como: Direito, Informática, Legislação de Trânsito..., mas com CALMA, DEDICAÇÃO, MUITA VONTADE  e a ajuda de DEUS conseguiu ser aprovada. Sentiu  uma “SENSAÇÃO MARAVILHOSA”, de Dever Cumprido.