NOTÍCIAS


Voltar

Concurso AGEPEN - MG: Concurso em 2021 para preenchimento de 2420 vagas

Em 13 de outubro de 2020 foi realizada audiência na ALMG – Assembleia Legislativa de Minas Gerais na qual o atual Secretário de Justiça e Segurança Pública, General Mário Araújo, confirmou a necessidade de suprir o déficit de servidores na Segurança Pública mineira.

O Secretário confirmou a oferta de 2.400 vagas no cargo de Policial Penal (Agente Penitenciário) sem a confirmação de vagas para os demais cargos da SEJUSP MG para os quais há previsão de contração, que conforme notícias que circulam em sites especializados são: 427 vagas de Assistente Executivo de Defesa Social e 270 vagas de Agente de Segurança Socioeducativo.

De acordo com as informações fornecidas General Araújo, existe um cronograma interno com a previsão de abertura, contudo, para que não haja expectativas, não fixou datas, informando apenas, que os trâmites estão extremamente adiantados.

O novo concurso terá alteração quanto à promoção do curso de formação, diferente do último edital, em que o treinamento foi realizado pela banca organizadora, agora, esse treinamento será promovido pelo Estado. A banca será contratada, apenas, para aplicar as provas e os testes de avaliação, mas não vai realizar o curso de formação, que será de responsabilidade da Academia da Polícia Penal (APP).

Assim, com COMISSÃO devidamente constituída, o certame deverá ocorrer em breve visto que o prazo para a substituição de servidores contratados por efetivos, por meio de concurso público, é fevereiro de 2021.

O concurso para a Polícia Penal MG pode ser publicado a qualquer momento uma vez que a aprovação da PEC que transforma o cargo de Agente Penitenciário em Policiais Penais foi concluída na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça), restando apenas o plenário da ALMG (Assembleia Legislativa de Minas Gerais).

 

Requisitos, Remuneração e benefícios

Os candidatos aos cargos de Policial Penal e Agente de Segurança Socioeducativo devem ter, ao menos,nível médio completo para concorrer aos respectivos cargos, os quais têm comosalário inicial R$ 4.098,45, com jornada de trabalho de 40 horas semanais, em regime de dedicação exclusiva, incluindo período noturno, sábados, domingos e feriados. Contudo, conforme Projeto de Lei 1.451/2020, regulamentado por meio da Lei 23.597/2020, recentemente sancionado, os vencimentos referentes a esses cargos deverão ser corrigidos em 13%. Desse modo, deve passar o valor passar para R$ 4.631,24.

Há previsão de abertura de vagas para as carreiras de Assistente de Defesa Social com salário inicial de R$ 1.161,56  e jornada de 30 horas semanais e de Assistente Executivo com salário inicial de R$ 1.548,76 para jornada de 40 horas por semana. Com relação a esses cargos, é exigido que o candidato possua ensino médio completo.

 

O cargo de Assistente Executivo poderá abranger também a especialidade de Auxiliar Educacional, neste caso é exigido curso na área de atuação, por exemplo, Técnico de Enfermagem, Auxiliar de Consultório Dentário e Técnico em Contabilidade e também vagas sem a necessidade de formação em área específica, sendo exigido apenas nível médio.

 

O candidato aprovado ainda terá direito a outras vantagens e benefícios previstos em Lei. Dentre eles:

·      Auxílio fardamento, exclusivo para as carreiras de agente de segurança penitenciário/policial penal e agente de segurança socioeducativo;

·      Alimentação no local de trabalho, para servidores em exercício em Unidades Prisionais e Socioeducativas (não recebem auxílio-alimentação);

·      ADE (Adicional de Desempenho), adicional pago mensalmente com vinculação aos resultados das avaliações de desempenho individual e institucional.

 

Os policiais penais, agentes e assistentes contam com os direitos a férias, licenças, afastamentos, efetivação e estabilidade, conforme previsão legal. Ainda, há a possibilidade de cumulação de cargos no caso de aprovado para o cargo de Assistente Executivo de Defesa Social.

LOGOS CONCURSOS!

outras notícias
Depoimentos
  • Sarah de Mattos Oliveira, Arquiteta, 24 anos, aluna do Curso Logos há 1 ano e 2 meses. Metódica e organizada, é assim que Sarah se julga. Qualidades que contribuíram para passar no concurso de Auditor Fiscal do Trabalho. Atribui seu sucesso às 10 horas de estudo fora o tempo que estava no curso. Freqüentadora assídua dos sites que fornecem provas de concursos anteriores, Sarah acredita que conhecer a Banca é importante e que traz segurança na hora da prova. ¨O mais interessante é que, mesmo sendo formada em Arquitetura, me identifiquei com todas as disciplinas deste concurso e isso me ajudou, pois gostava de estudar. Sempre tive esperança que ia passar”.

  • João Paulo Santos Leonel, 27 anos, 1º Lugar de Minas no TRE-MG. Formado em Filosofia, trabalhava como GARÇOM de quinta a domingo em um bar e aos domingos servia almoço em um restaurante. Começou tendo que conciliar o trabalho com os estudos. Um tempo depois, quando percebeu que havia formado uma boa base, pediu demissão e ficou só estudando. Com isso, conseguiu passar no concurso do TRE/MG. Sempre estudou no Logos, onde seu irmão, Geraldo Edson Leonel Jr, também foi aluno e passou em 1º lugar no concurso do STM, que só tinha uma vaga. O maior incentivo para quem acha que passar em concurso não é possível e que não existem regras, nem “ditados”, afinal, João Paulo não cursou Direito, nem Economia, ou qualquer outro curso que o preparasse melhor para concursos! Além do mais, formar em Filosofia e trabalhar à noite pesariam, com certeza, na cabeça de qualquer pessoa que não tivesse a CORAGEM que ele teve de ACREDITAR que É POSSÍVEL SIM, PASSAR EM UM CONCURSO.

  • Ana Clara Zimmermmann Fonseca, 21 anos, 7º lugar na Polícia Rodoviária Federal. Estava cursando Administração na UFJF. Iniciou seus estudos no Logos e passou no 1º concurso que fez. Encontrou apoio na família, tanto emocional como financeiro, o que ela acredita ter sido de extrema importância para sua vitória. Nunca deixou de fazer exercícios físicos, pois sempre achou que ficava mais animada, feliz e sem stress. Jamais desanimou, às vezes chegou a pensar na dificuldade que é passar em um concurso tão concorrido, com matérias que ela inclusive nunca havia visto, como: Direito, Informática, Legislação de Trânsito..., mas com CALMA, DEDICAÇÃO, MUITA VONTADE  e a ajuda de DEUS conseguiu ser aprovada. Sentiu  uma “SENSAÇÃO MARAVILHOSA”, de Dever Cumprido.

Whatsapp