NOTÍCIAS


Voltar

Concurso PC RJ: secretário confirma seis editais para junho

O secretário de Polícia Civil do Rio de Janeiro, Marcus Vinicius Braga, confirmou a publicação de seis editais do concurso PC RJ em junho. A exceção, segundo ele, é para o cargo de delegado. O prazo foi divulgado nas redes sociais do titular.

Dessa forma, os primeiros editais devem ser para auxiliar de necropsia (12 vagas de nível fundamental), técnico de necropsia (16 vagas de nível médio), investigador (118 vagas de nível médio).

Além de inspetor (597 vagas de superior em qualquer área), perito legista (54 vagas de nível superior em áreas específicas) e perito criminal (20 vagas para graduados em diferentes especialidades). A Polícia Civil confirmou a publicação de um edital por cargo.

Conforme a diretora da Academia de Polícia (Acadepol), Renata Assis, os editais já estão prontos. A corporação só aguarda o melhor momento para divulgá-los em virtude do Coronavírus. Mesmo assim, Renata estima que as provas sejam realizadas até dezembro deste ano.

O secretário Marcus Vinicius Braga também já tinha revelado que as avaliações seriam no segundo semestre deste ano.

A Secretaria de Polícia Civil confirmou que o concurso terá um intervalo de 30 dias entre os editais e as provas objetivas. Para cada cargo, será marcado um dia de aplicação. Dessa maneira, pessoas com diferentes níveis de escolaridades poderão se candidatar a mais de uma carreira.

A seleção com o total de 864 vagas também já tem bancas organizadoras anunciadas. O Instituto Acesso foi definido, em fevereiro, como a banca para delegado.

Enquanto o Instituto AOCP será o responsável por receber as inscrições e aplicar as etapas para os demais seis cargos autorizados. A estrutura de provas do concurso está definida.

O termo de referência das seleções, que funciona como um espelho para o edital, indica que os inscritos a delegado serão submetidos a provas objetivas; provas discursivas; provas orais; prova de capacidade física; exame psicotécnico; exame médico.

Já os candidatos as demais carreiras serão avaliados por provas objetivas; prova de capacidade física; exame psicotécnico; exame médico. Os habilitados ainda passarão por cursos de formação e prova de investigação social, na Acadepol.

Confira os demais detalhes sobre os cargos do concurso PC RJ na tabela abaixo: 
 
Auxiliar de necropsia
 
Requisito: nível fundamental completo  
Vencimentos: * R$4.506,27
 
Técnico de necropsia
 
Requisito: nível médio completo
Vencimentos: * R$5.277,59
 
Perito Legista
 
Requisito: nível superior em Medicina, Odontologia, Farmácia ou Bioquímica 
Vencimentos:* R$10.149,95 
 
Perito Criminal 
 
Requisito: nível superior em Engenharia, Informática, Farmácia, Veterinária, Biologia, Física, Química ou Ciências Contábeis 
Vencimentos:* R$10.149,95 
 
Inspetor 
 
Requisito: nível superior em qualquer área
 Vencimentos: * R$6.280,31 
 
Investigador  
 
Requisito: nível médio completo 
Vencimentos: * R$5.740,38 
 
Delegado 
 
Requisito: nível superior em Direito 
Vencimentos: * R$18.747,95
 
 *Os valores já incluem o auxílio-alimentação de R$264.
 
Resumo concurso Polícia Civil RJ:
 
Órgão: Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro
Cargo: auxiliar de necropsia, técnico de necropsia, investigador, inspetor, perito legista, perito criminal e delegado. Vagas: 864, ao todo Requisitos: todos os níveis de escolaridade, a depender do cargo
Remuneração: R$4.506,27 a R$18.747,95
Banca: Instituto Acesso (delegado) e Instituto AOCP (demais cargos)
 
Prepare-se com nosso curso online. Ele aborda exatamente o conteúdo que você nescessita para conquistar a sua aprovação com os melhores professorers para te auxiliar mesmo a distância. Nosso curso possui um alto índice de aprovação.
 
Conheça os cursos disponíveis: www.logosconcursos.com.br
 

outras notícias
Depoimentos
  • Sarah de Mattos Oliveira, Arquiteta, 24 anos, aluna do Curso Logos há 1 ano e 2 meses. Metódica e organizada, é assim que Sarah se julga. Qualidades que contribuíram para passar no concurso de Auditor Fiscal do Trabalho. Atribui seu sucesso às 10 horas de estudo fora o tempo que estava no curso. Freqüentadora assídua dos sites que fornecem provas de concursos anteriores, Sarah acredita que conhecer a Banca é importante e que traz segurança na hora da prova. ¨O mais interessante é que, mesmo sendo formada em Arquitetura, me identifiquei com todas as disciplinas deste concurso e isso me ajudou, pois gostava de estudar. Sempre tive esperança que ia passar”.

  • João Paulo Santos Leonel, 27 anos, 1º Lugar de Minas no TRE-MG. Formado em Filosofia, trabalhava como GARÇOM de quinta a domingo em um bar e aos domingos servia almoço em um restaurante. Começou tendo que conciliar o trabalho com os estudos. Um tempo depois, quando percebeu que havia formado uma boa base, pediu demissão e ficou só estudando. Com isso, conseguiu passar no concurso do TRE/MG. Sempre estudou no Logos, onde seu irmão, Geraldo Edson Leonel Jr, também foi aluno e passou em 1º lugar no concurso do STM, que só tinha uma vaga. O maior incentivo para quem acha que passar em concurso não é possível e que não existem regras, nem “ditados”, afinal, João Paulo não cursou Direito, nem Economia, ou qualquer outro curso que o preparasse melhor para concursos! Além do mais, formar em Filosofia e trabalhar à noite pesariam, com certeza, na cabeça de qualquer pessoa que não tivesse a CORAGEM que ele teve de ACREDITAR que É POSSÍVEL SIM, PASSAR EM UM CONCURSO.

  • Ana Clara Zimmermmann Fonseca, 21 anos, 7º lugar na Polícia Rodoviária Federal. Estava cursando Administração na UFJF. Iniciou seus estudos no Logos e passou no 1º concurso que fez. Encontrou apoio na família, tanto emocional como financeiro, o que ela acredita ter sido de extrema importância para sua vitória. Nunca deixou de fazer exercícios físicos, pois sempre achou que ficava mais animada, feliz e sem stress. Jamais desanimou, às vezes chegou a pensar na dificuldade que é passar em um concurso tão concorrido, com matérias que ela inclusive nunca havia visto, como: Direito, Informática, Legislação de Trânsito..., mas com CALMA, DEDICAÇÃO, MUITA VONTADE  e a ajuda de DEUS conseguiu ser aprovada. Sentiu  uma “SENSAÇÃO MARAVILHOSA”, de Dever Cumprido.

Whatsapp