NOTÍCIAS


Voltar

CONCURSO PJF: CONTRATAÇÃO PARA A RENOVAÇÃO DO QUADRO DE MAGISTÉRIO PELA PREFEITURA DE JUIZ DE FORA

A Prefeitura Municipal de Juiz de Fora (PJF), com o objetivo de renovar e reestruturar o quadro de Magistério Municipal deu início ao processo licitatório para contratação de empresa organizadora para a realização do concurso.

A PJF já publicou o cronograma para a realização do concurso com previsão de publicação do edital em fevereiro de 2021 com inscrições, conforme o cronograma,  iniciadas em maio/junho de 2021.

O concurso para o Magistério da PJF oferece vagas para os seguintes cargos:

 

·      Professor Regente A (PRA): 372 vagas, cargo com carga horária de 20 horas semanais e com remuneração inicial de R$ 1.443,12, sendo exigido 2º grau completo com formação em Magistério.

·      Professor Regente B (PRB) – Artes: 13 vagas, cargo com carga horária de 20 horas semanais e com remuneração inicial de R$ 1.628,82, sendo exigido Curso Superior completo – Licenciatura Plena, com habilitação específica e afins (Artes Visuais, Teatro, Dança ou Música).

·      Professor Regente B (PRB) – Ciências: 24 vagas, cargo com carga horária de 20 horas semanais e com remuneração inicial de R$ 1.628,82, sendo exigido Curso Superior completo – Licenciatura Plena, com habilitação específica.

·      Professor Regente B (PRB) – Educação Física: 44 vagas, cargo com carga horária de 20 horas semanais e com remuneração inicial de R$ 1.628,82, sendo exigido Curso Superior completo – Licenciatura Plena, com habilitação específica.

·      Professor Regente B (PRB) – Geografia: 18 vagas, cargo com carga horária de 20 horas semanais e com remuneração inicial de R$ 1.628,82, sendo exigido Curso Superior completo – Licenciatura Plena, com habilitação específica.

·      Professor Regente B (PRB) – História: 26 vagas, cargo com carga horária de 20 horas semanais e com remuneração inicial de R$ 1.628,82, sendo exigido Curso Superior completo – Licenciatura Plena, com habilitação específica.

·      Professor Regente B (PRB) – Inglês: 9 vagas, cargo com carga horária de 20 horas semanais e com remuneração inicial de R$ 1.628,82, sendo exigido Curso Superior completo – Licenciatura Plena, com habilitação específica.

·      Professor Regente B (PRB) – Matemática: 35 vagas, cargo com carga horária de 20 horas semanais e com remuneração inicial de R$ 1.628,82, sendo exigido Curso Superior completo – Licenciatura Plena, com habilitação específica.

·      Professor Regente B (PRB) – Português: 56 vagas, cargo com carga horária de 20 horas semanais e com remuneração inicial de R$ 1.628,82, sendo exigido Curso Superior completo – Licenciatura Plena, com habilitação específica.

·      Coordenador Pedagógico: 31 vagas, cargo com carga horária de 20 horas semanais e com remuneração inicial de R$ 1.795,76, sendo exigido Curso Superior Completo de Pedagogia.

·      Secretário Escolar I: 36 vagas, cargo com carga horária de 20 horas semanais e com remuneração inicial de R$ 1.866,06, sendo exigido Ensino médio com uma das seguintes habilitações: magistério, técnico em contabilidade, técnico em administração, técnico em processamento de dados e técnico em secretariado, e/ou registro de secretário de escola de 1° e 2° graus.

 

Venha conhecer o Logos Concurso, conheça nossas redes sociais e prepare-se para o concurso que está próximo. Não perca tempo e vamos juntos rumo à APROVAÇÃO!

 

EDITAL PJF: Edital previsto para FEVEREIRO – Saiba mais sobre:

 

A PJF publicou o cronograma para a realização do concurso com previsão de publicação do edital para fevereiro de 2021. As inscrições, conforme o cronograma, serão iniciadas em maio/junho de 2021.

Com relação à avaliação dos candidatos o edital trará 4 (quatro) etapas para seleção sendo a primeira fase, prova de múltipla escolha, prevista para julho de 2021, segunda fase, Redação, em setembro de 2021, terceira fase, prova prática, em novembro de 2021 e a quarta fase, concluído a seleção, a prova de títulos.

 

O concurso selecionará candidatos para os seguintes cargos seguindo as etapas previstas no cronograma.

1): Professor Regente A (PRA)

 

·      uma Prova Objetiva (Prova Escrita de Múltipla Escolha), de caráter eliminatório, com 15 (quinze) questões de Conhecimentos Gerais em Educação e 25 (vinte e cinco) questões de Conhecimentos

·      uma Prova de Redação (Texto Dissertativo/Argumentativo), de caráter eliminatório;

·      uma Prova Prática (Prova Aula com entrega do Plano de Aula), de caráter eliminatório, a ser realizada, especificamente, a um número limitado de candidatos aprovados na fase anterior, não superior a 4(quatro) vezes o número de vagas prevista no Edital.

·      uma Prova de Títulos, de caráter classificatório.

 

2) Professor Regente B (PRB)

 

·      uma Prova Objetiva (Prova Escrita de Múltipla Escolha), de caráter eliminatório, com 15 (quinze)questões de Conhecimentos Gerais em Educação e 25 (vinte e cinco) questões de Conhecimentos Específicos da área;

·      uma Prova de Redação (Texto Dissertativo/Argumentativo), de caráter eliminatório;

·      uma Prova Prática (Prova Aula com entrega do Plano de Aula), de caráter eliminatório a ser realizada, especificamente, a um número limitado de candidatos aprovados na fase anterior, não superior a 4(quatro) vezes o número de vagas prevista no Edital.

·      uma Prova de Títulos, de caráter classificatório.

 

3) Coordenador Pedagógico

 

·      uma Prova Objetiva (Prova Escrita de Múltipla Escolha), de caráter eliminatório, com questões 15 (quinze) questões de Conhecimentos Gerais em Educação e 25 (vinte e cinco) questões de Conhecimentos Específicos;

·      uma Prova de Redação (Texto Dissertativo/Argumentativo), de caráter eliminatório;

·      uma Prova Prática (Estudo de Caso com Construção de Plano de Ação), de caráter eliminatório; a ser realizada, especificamente, a um número limitado de candidatos aprovados na fase anterior, não superior a 4(quatro) vezes o número de vagas prevista no Edital.

·      uma Prova de Títulos, de caráter classificatório.

 

4) Secretário Escolar

 

·      uma Prova Objetiva (Prova Escrita de Múltipla Escolha), de caráter eliminatório, com 10 (dez) questões de Língua Portuguesa, 10 (dez) questões de Matemática, 10 (dez) questões de Conhecimentos Gerais em Educação e 10 (dez) questões de Conhecimentos Específicos;

·      uma Prova Redação (Redação Oficial), de caráter eliminatório;

·      uma Prova Prática (Prova de Informática), de caráter eliminatório, contendo 02(duas) questões/tarefas relativas a utilização de editor de texto e planilha, a ser realizada, especificamente, a um número limitado de candidatos aprovados na fase anterior, não superior a 4(quatro) vezes o número de vagas prevista no Edital,

·      uma Prova de Títulos, de caráter classificatório.

 

Conheça nosso curso online, acesse: 
Dúvidas? Nossa equipe responde:
(32) 98819-3500 (WhatsApp) 
 
 

outras notícias
Depoimentos
  • Sarah de Mattos Oliveira, Arquiteta, 24 anos, aluna do Curso Logos há 1 ano e 2 meses. Metódica e organizada, é assim que Sarah se julga. Qualidades que contribuíram para passar no concurso de Auditor Fiscal do Trabalho. Atribui seu sucesso às 10 horas de estudo fora o tempo que estava no curso. Freqüentadora assídua dos sites que fornecem provas de concursos anteriores, Sarah acredita que conhecer a Banca é importante e que traz segurança na hora da prova. ¨O mais interessante é que, mesmo sendo formada em Arquitetura, me identifiquei com todas as disciplinas deste concurso e isso me ajudou, pois gostava de estudar. Sempre tive esperança que ia passar”.

  • João Paulo Santos Leonel, 27 anos, 1º Lugar de Minas no TRE-MG. Formado em Filosofia, trabalhava como GARÇOM de quinta a domingo em um bar e aos domingos servia almoço em um restaurante. Começou tendo que conciliar o trabalho com os estudos. Um tempo depois, quando percebeu que havia formado uma boa base, pediu demissão e ficou só estudando. Com isso, conseguiu passar no concurso do TRE/MG. Sempre estudou no Logos, onde seu irmão, Geraldo Edson Leonel Jr, também foi aluno e passou em 1º lugar no concurso do STM, que só tinha uma vaga. O maior incentivo para quem acha que passar em concurso não é possível e que não existem regras, nem “ditados”, afinal, João Paulo não cursou Direito, nem Economia, ou qualquer outro curso que o preparasse melhor para concursos! Além do mais, formar em Filosofia e trabalhar à noite pesariam, com certeza, na cabeça de qualquer pessoa que não tivesse a CORAGEM que ele teve de ACREDITAR que É POSSÍVEL SIM, PASSAR EM UM CONCURSO.

  • Ana Clara Zimmermmann Fonseca, 21 anos, 7º lugar na Polícia Rodoviária Federal. Estava cursando Administração na UFJF. Iniciou seus estudos no Logos e passou no 1º concurso que fez. Encontrou apoio na família, tanto emocional como financeiro, o que ela acredita ter sido de extrema importância para sua vitória. Nunca deixou de fazer exercícios físicos, pois sempre achou que ficava mais animada, feliz e sem stress. Jamais desanimou, às vezes chegou a pensar na dificuldade que é passar em um concurso tão concorrido, com matérias que ela inclusive nunca havia visto, como: Direito, Informática, Legislação de Trânsito..., mas com CALMA, DEDICAÇÃO, MUITA VONTADE  e a ajuda de DEUS conseguiu ser aprovada. Sentiu  uma “SENSAÇÃO MARAVILHOSA”, de Dever Cumprido.

Whatsapp