NOTÍCIAS


Voltar

Estudar para o concurso ou curtir o carnaval?

 

Muitos concurseiros se perguntam se devem estudar no carnaval ou aproveitar o momento de euforia. A resposta é: depende! Depende da sua situação, do seu momento, da sua perspectiva.

Para descobrir qual grau de intensidade o carnaval pode ser aproveitado, tudo vai depender da condição que você se encontra neste momento.

Quem já definiu o foco, mas ainda não tem edital

Se você se encaixa no perfil de pessoas que já têm em mente qual será seu foco para 2019 precisará equilibrar estudos com a curtição do carnaval.

Talvez a sua prova ainda não esteja com data definida. Se for esse o caso, você poderá se dar ao luxo de aproveitar um pouco esse momento e celebrar a alegria com os amigos ou família.

Mas, abrir mão da disciplina, de todo o planejamento, mesmo com edital bem longe, não é de bom tom.Quando você abandona, mesmo que por alguns dias, todo aquele condicionamento pelo qual foi difícil se ajustar, acaba correndo o risco de relaxar e atrapalhar esse processo.

Se você encarar esse momento de descontração como um tempo para descanso e, logo em seguida, voltar ao condicionamento rotineiro, não sofrerá penalidades. Sendo assim, aproveite com moderação esse clima e seja regrado.

Nada de dormir altas horas da madrugada, virar a noite assistindo às escolas de samba ou se esbaldando num bloco. Se você fizer isso poderá perder a disposição para encarar sua programação de estudos no dia seguinte.

Quem está com prova marcada

Aqui, as coisas ficam um pouco mais sérias. Para quem está compromissado com o edital em andamento fugir às regras de estudos poderá colocar tudo a perder. Esses momentos podem ser armadilhas fatais para deixar escapar a oportunidade e aproveitar esse tempo a mais para intensificar os estudos.

Esse momento do carnaval é valioso demais e não pode ser desperdiçado de jeito nenhum.É uma ocasião favorável para as revisões que não foram possíveis de serem feitas. Ou aquele treinamento de questões tão necessário para fortalecer o conteúdo estudado. Então, não deixe tudo ir por água abaixo neste momento de festança.Para muitos pode ser difícil concentrar-se em uma ocasião como essa.Mas, lembre-se de que após a posse, haverá muitos outros carnavais que você poderá aproveitar e com a estabilidade financeira por causa da sua dedicação.

De qualquer forma, nem pensar em abandonar os estudos definitivamente durante os festejos. Tendo ou não prova marcada não será um boa medida a ser tomada.

A equipe do Logos Concursos deseja a todos um bom carnaval!

outras notícias
Depoimentos
  • Sarah de Mattos Oliveira, Arquiteta, 24 anos, aluna do Curso Logos há 1 ano e 2 meses. Metódica e organizada, é assim que Sarah se julga. Qualidades que contribuíram para passar no concurso de Auditor Fiscal do Trabalho. Atribui seu sucesso às 10 horas de estudo fora o tempo que estava no curso. Freqüentadora assídua dos sites que fornecem provas de concursos anteriores, Sarah acredita que conhecer a Banca é importante e que traz segurança na hora da prova. ¨O mais interessante é que, mesmo sendo formada em Arquitetura, me identifiquei com todas as disciplinas deste concurso e isso me ajudou, pois gostava de estudar. Sempre tive esperança que ia passar”.

  • João Paulo Santos Leonel, 27 anos, 1º Lugar de Minas no TRE-MG. Formado em Filosofia, trabalhava como GARÇOM de quinta a domingo em um bar e aos domingos servia almoço em um restaurante. Começou tendo que conciliar o trabalho com os estudos. Um tempo depois, quando percebeu que havia formado uma boa base, pediu demissão e ficou só estudando. Com isso, conseguiu passar no concurso do TRE/MG. Sempre estudou no Logos, onde seu irmão, Geraldo Edson Leonel Jr, também foi aluno e passou em 1º lugar no concurso do STM, que só tinha uma vaga. O maior incentivo para quem acha que passar em concurso não é possível e que não existem regras, nem “ditados”, afinal, João Paulo não cursou Direito, nem Economia, ou qualquer outro curso que o preparasse melhor para concursos! Além do mais, formar em Filosofia e trabalhar à noite pesariam, com certeza, na cabeça de qualquer pessoa que não tivesse a CORAGEM que ele teve de ACREDITAR que É POSSÍVEL SIM, PASSAR EM UM CONCURSO.

  • Ana Clara Zimmermmann Fonseca, 21 anos, 7º lugar na Polícia Rodoviária Federal. Estava cursando Administração na UFJF. Iniciou seus estudos no Logos e passou no 1º concurso que fez. Encontrou apoio na família, tanto emocional como financeiro, o que ela acredita ter sido de extrema importância para sua vitória. Nunca deixou de fazer exercícios físicos, pois sempre achou que ficava mais animada, feliz e sem stress. Jamais desanimou, às vezes chegou a pensar na dificuldade que é passar em um concurso tão concorrido, com matérias que ela inclusive nunca havia visto, como: Direito, Informática, Legislação de Trânsito..., mas com CALMA, DEDICAÇÃO, MUITA VONTADE  e a ajuda de DEUS conseguiu ser aprovada. Sentiu  uma “SENSAÇÃO MARAVILHOSA”, de Dever Cumprido.

Whatsapp